Ano Novo…

Literacia Financeira

literacia-janeiro-640

Começar o ano a fazer um planeamento dos nossos gastos nos próximos doze meses é essencial para não termos meses de preocupação ou aperto financeiro. Explico-lhe como pode fazer o seu plano anual de gastos:

– Comece por definir em conjunto com a sua família, os vossos objetivos pessoais para 2016, incluindo nestes os objetivos financeiros, que deverão ser um veículo de realização dos primeiros. Escrevam e arranjem imagens desses objetivos para que se lembrem de agir para os concretizar!

– Reúna todas as suas despesas mensais fixas que se repetem todos os 12 meses, como as contas da luz, água ou os transportes, lembre-se de incluir nestes gastos mensais fixos, a sua poupança mensal (para garantir que poupa à cabeça).Depois junte a estas, as despesas periódicas como o seguro do crédito à habitação, o seguro do carro ou as despesas com o regresso às aulas das crianças, ou as férias e até o Natal, alturas ou situações onde se gasta mais dinheiro e por último, inclua também possíveis despesas inesperadas como uma reparação do carro, ou uma ida ao dentista. No fim some todas as despesas e divida-as por 12.

– Depois registe os rendimentos do agregado familiar para calcular a diferença entre rendimentos e gastos.

– Com base no seu plano de gastos anual, faça agora os seus orçamentos mensais onde inclui o valor médio das despesas mensais que irá por de lado todos os meses, para ter uma reserva quando surgem as tais despesas periódicas e outros gastos inesperados.

Este planeamento financeiro anual é a base para estar tranquilo pois torna os compromissos e escolhas transparentes. Para todas as pessoas que referem que sobra mês no final do ordenado, sugiro que façam este planeamento para sobrar dinheiro no final do mês! Esta é uma ferramenta essencial para uma gestão financeira eficaz.

MAIS ARTIGOS