Pensar e estacionar

Copiar e colar

ideia-maio640 2

O vídeo mostra “a maneira portuguesa de estacionar os carros”: em cima do passeio, no meio a impedir a passagem, tantas vezes “só por cinco minutos” para ir ali tratar de uma coisa. As câmaras ocultas mostram a reacção de condutores quando voltam e encontram um papel no pára-brisas: “Bati no seu carro.” O bilhete tem ainda um número de telefone. Os condutores observam, não encontram amolgadelas na viatura, mas ligam para o número, aguardam. Pouco depois, quem “bateu” aparece de cadeira de rodas. E os rostos dos condutores mostram, aí sim, embaraço.
O novo vídeo foi feito pela empresa de publicidade Havas Worldwide Portugal, com Salvador Mendes de Almeida, o fundador da Associação Salvador, arrancou há uma semana e já teve mais de 1,3 milhões de visualizações.
Talvez porque, muitos portugueses se revejam nas imagens: já estacionaram o carro num passeio ou numa passadeira (seis em cada dez, informa o vídeo, confessam que já o fizeram), às vezes “só por cinco minutos”, sem pensar que um carro num passeio ou numa passadeira para quem tem uma cadeira de rodas pode representar um obstáculo intransponível e sem pensar que as ruas estão cheias de obstáculos intransponíveis para quem tem mobilidade reduzida.
Para as pessoas com mobilidade reduzida, sair de casa continua a ser um desafio.
Para a próxima vez que estacionar ou “abandonar o seu veículo”, pense nisto!

Vja AQUI o vídeo!

MAIS ARTIGOS